quarta-feira, 5 de abril de 2017

Monumento Ortográfico que os Velhos do Restelo devem visitar



O debate sobre o Acordo Ortográfico de 1990 vai longo, como longa é a arenga dos respetivos Velhos do Restelo.
É certo que de alguns acertos carece e que também muita falta faz a sua divulgação intensa. Ainda há quem bata o pé pelo facto sem c e a brigada do cagado muito precisa de consultar o Priberan [https://www.priberam.pt/DLPO/] ou o Portal da Língua Portuguesa  [http://www.portaldalinguaportuguesa.org/main.html?action=novoacordo].
Mas não é disso por que agora batalhamos.

Ficamo-nos pelo monumento aos Restauradores, em Lisboa, que todos bem conhecemos, e que tem um óbvio alerta ortográfico.


A frase está lá, com a grafia de 1886, com uma mensagem subliminar muito atual: o anacronismo da argumentação daqueles velhos.

Alguém alguma vez escreveu Subcripção !?
Alguém anos alguma vez escreveu Commissão !?

Ninguém. Excluídos, claro, historiadores, tradutores de clássicos e outros investigadores.

Pois não é preciso ser filólogo para ficar de sobrolho torcido ao ler aquelas palavras. Por uma simples razão: não fazem parte do nosso dia-a-dia.

Só constam de documentos seculares, quiçá de lápides, demonstrando que, com mais decretos ou menos gramáticas tipo livro único, a grafia muda com a mudança do tempo.

Ora como não lemos as letras uma a uma, mas as manchas das palavras que temos em memória, sempre que encontramos algo a mais ou a menos temos de recarregar a base de dados. A dita memória. Substituindo as manchas conhecidas, muitas muitas vezes, até colar a nova grafia.

É maçador, pois é. E quantas vezes temos de ir ao dicionário! E quando damos pela gralha depois de ela ter voado porta fora…

Porém, os Velhos do Restelo Ortográfico não querem essa maçada. Esse recomeço, esse tropeçar e continuar.

Por isso, o Monumento aos Restauradores é também um monumento à evolução da língua, não ao restauracionismo ortográfico. Restaurar que antiga grafia, a de D. Dinis, a de Camões ou a de 1911 !?

A não ser que os Velhos do Restelo Ortográfico promovam Subcripção de petição para a criação de Commissão que reponha a grafia de 1886.


Sem comentários: