domingo, 30 de outubro de 2011

O tamanho da ética



A Academia Francesa de Cirurgia divulgou um documento a indicar aquilo que entende ser o tamanho normal do pénis humano. O objectivo é dissuadir homens que desejam submeter-se a cirurgias correctivas desnecessárias. Para o organismo fundado em 1731 por Luís XV, um pénis normal mede entre 9 e 9.5 centímetros quando flácido e 12.8 a 14.5 centímetros erecto. http://sol.sapo.pt/inicio/Vida/Interior.aspx?content_id=32295

Vivemos tempos de parecer que abafam o ser, pelo que não surpreende que o mercado cirúrgico tenha apetite por certas parecenças. Sem nada parecido com ética a definir o tamanho exato deste negócio médico.
Quem quiser maior vá às Caldas, onde os há de todos os tamanhos e sem contra-indicações nem efeitos secundários.

Enquanto isso, o jornalista também pode ir à cartesiana França aprender a escrever números, que na Europa as vírgulas são a esquerda dos decimais: 9,5 flácidos e 12,8 a 14,5 erectos.

sábado, 29 de outubro de 2011

Humor financeiro inteligente

,

China já comprou 4 bilhões de euros da divida portuguesa http://blog.opovo.com.br/portugalsempassaporte/china-ja-comprou-4-bilhoes-de-euros-da-divida-portuguesa/

O título será factual, mas o humor do boneco que o acompanha é genial.

Basta tirar mais umas peças da nossa bandeira e substituí-las por logos de bancos e bandeiras de países que nos compraram dívida soberana para ver o estado da nossa soberania.

Tão frágil como a vergonha de Sócrates e Teixeira dos Santos.

!!!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Paranóia espanhola

.

A polémica aconteceu durante o X Congresso de Advogacia, em Cádiz. A determinada altura Peces-Barba recordou a decisão do Conde Duque de Olivares (Gaspar de Guzmán) quando, em 1640, teve de optar entre “a revolta dos catalães e dos portugueses”. Após esta menção histórica, Gregorio Peces-Barba concluiu que foi tomada em Espanha a decisão de se deixar Portugal e se ficar com a Catalunha, para logo a seguir acrescentar: “Eu digo sempre em tom de piada: o que é que se teria passado se tivéssemos ficado com Portugal e não com a Catalunha - se calhar teria sido melhor”. http://www.publico.pt/Mundo/um-dos-pais-da-constituicao-espanhola-abre-polemica-com-a-catalunha-1518637

Será tão ignorante que desconheça que Portugal defendeu a sua independência militar e diplomaticamente!?
A verdade é que Castela e reinos associados foram derrotados na sua guerra contra a independência de Portugal por força das nossas alianças e não apenas pelo desvio de tropas para atacar a Catalunha.
Tantos anos depois de retomarmos em mãos o nosso caminho, isto mostra como muitos espanhóis, ainda hoje, mantêm a sua ganância peninsular.
O que nalguns casos tem caráter paranóico, como foi a ida da Banda de Olivença à Madeira, levada pelo rei espanhol que lá foi de férias. Com o silêncio do presidente português que hoje enaltece o riso das vacas. Talvez por isso…

-----

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Santo petróleo

Um C-130 vai partir, esta quinta-feira de manhã, da base aérea do Montijo para a Líbia, com uma equipa médica conjunta do Exército e da Força Aérea Portuguesa. O objectivo é evacuar vinte civis feridos e observar mais cem pessoas. http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=2084719

Os feridos serão operados em hospitais portugueses.

É o mínimo dos mínimos que um país apoiante da deposição do ditador líbio pode fazer. Apoiante depois da queda de Sócrates, que este e o seu Amado MNE foram uns lambe petróleo para com Kadafi.

Tal como o atual governo e o MNE Portas já estão a fazer às novas forças instaladas em Tripoli.

O que faz o pitról!

!!!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Roubos de dinheiro e de esperança

.

Roubaram dinheiro dos salários

é título do Correio da Manhã sobre o roubo de uma funcionária que transportava dinheiro para os salários de uma empresa de Vila Verde.
O roubo transporta-me para o artigo do Nicolau Santos no último Expresso. Aí usa termos que nunca lhe li: roubo e esbulho.

Antevê que “entre 2011 e 2013 o governo toma medidas que lhe permitirão confiscar metade do que ganhamos hoje.” Contesta o radicalismo do teórico ministro das Finanças e sugere uma execução mais dilatada e flexível do acordo com a troica.
Apesar da violência doméstica e dos assassínios familiares, apesar da fúria rodoviária e apesar dos roubos diários por todo o país ainda há que diga que somos de brandos costumes.

É certo que já não há Carbonária, mas que o Banco Alimentar contra a fome não tem mãos a medir, pelo que não se admire o governo se um dia surgirem atos de desespero.

E com perturbações em crescendo na disciplina de um corpo policial crítico para a segurança interna, também não se sabe onde chegará uma revolta vinda do fundo da alma dos com fome. Fome de comida, fome esperança e fome de vida decente.

Nunca será a voz empastelada de Vitor Gaspar a travar turbas em fúria.
Também não o conseguirão os profissionais de agit-prop do PC, nem os eternos príncipes sindicais cujas cassetes e tachos os desqualificam de qualquer representatividade social.

Só espero que o governo e o ministro contabilista caiam em si e Nicolau Santos esteja errado na antevisão da catástrofe.
-----

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Portugal é uma horta


Um país sem siderurgia é uma horta.

A ideia é de Ferreira Dias, citado por Martins Pereira segundo Os donos de Portugal de Jorge Costa e outros.

Não temos verdadeira siderurgia, desmantelada por incúria de políticos sorvedores de subsídios anti-manufatureiros.

Os tempos são diferentes dos da época da instalação da então Siderurgia Nacional, mas continua a ser verdade que sem um expressivo setor industrial, incluindo uma boa fatia de indústria pesada, Portugal está fragilizado.

-----

domingo, 23 de outubro de 2011

Más notícias da Líbia


Acabo de ouvir que a chária, a doutrina islamita, será base da nova legislação líbia.

Foi para isto que a NATO ajudou a destronar o ditador Kadafi?

Se esta orientação não tiver caráter de espuma da euforia e não for em breve abandonada, os líbios vão ter outra ditadura.

E uma ditadura pretensamente religiosa será pior que a agora derrotada. Especialmente para as mulheres, que terão uma vida com mais prisões do que até hoje.

Se os radicais muçulmanos tomarem o poder em Tripoli talvez a NATO volte aos céus líbios!

-----

sábado, 22 de outubro de 2011

Terrorismo latente

.


Batasuna asegura que el fin de ETA “no supone el cierre del conflicto” http://politica.elpais.com/politica/2011/10/21/actualidad/1319192913_631702.html

Só uma ingenuidade desmedida levaria a democracia espanhola a desarmar-se face à latente ameça do recomeço dos crimes terroristas.

Baixe os braços, soltando os bandidos condenados, deixando de escutar as suas tenebrosas chamadas ou de procurar os seus refúgios e arsenais e pagará pela incúria.

Gente habituada a matar e a roubar, a chantagear e a camuflar-se, facilmente faz flic flac e em três tempos desdiz a declaração de paz, desenterra as armas e a insanidade criminosa.

Com a ETA ou qualquer uma das suas fações, a ETA 2, ETA 3 ou ETA n...

-----

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

ETA – Fim dos crimes planeados a sangue frio ?


Os terroristas da ETA do país basco anunciaram, através de um jornal apoiante dos seus crimes, que vão parar de matar inocentes.

Lembremos que raros políticos foram seus alvos, indo a sua sanha bárbara contra munícipes, polícias muitas vezes desarmados e empresários que não lhes deram dinheiro apesar da chantagem de morte.

Já não é a primeira vez que estes assassinos prometem mudar de vida. Mas nunca fiando.

Para começar, pedem aos governos espanhol e francês negociações. Percebe-se, quem ver os seus colegas assassinos libertados. Seria um erro infantil se Espanha e França fossem generosos com esta sanguinária trupe. Enquanto os autores morais e operacionais da morte de quase um milhar de pessoas continuarem atrás das grades, pelo menos esses não voltam a provocar luto em nenhuma família.

E a continuação das investigações dos assassinos e julgamento dos ainda à solta traria uma segurança estratégica apreciável. Esta estirpe de gente só baixa os braços que espalham terror quando está fragilizada. Como presentemente, com muitos dos cabecilhas e executantes enjaulados.  

Há um bom par de anos o governo espanhol, ingenuamente, acreditou na deposição das armas pela ETA e mandou para Cabo Verde dezenas de verdugos, alguns escaparam-se traiçoeiramente e o sangue continuou depois a ser vertido nas ruas de Espanha.

Se os políticos forem fracos agora, os terroristas bascos serão fortes amanhã, o que significa que os seus assassinos continuarão a asassinar.

++++

Para adeptos da contra-corrupção

.

Apresenta factos e estudos, aparentemente credíveis, sobre o clepto presidente angolano e a sua corte.

Acompanhe aqui: http://makaangola.org/

 
+++++


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Demente ditador abatido

.

Kadafi foi abatido. O seu cadáver foi transformado em alvo de vingança na guerra civil que se seguiu à sua ditadura de décadas, ao seu enriquecimento ilegítimo e ao dos seus próximos.

Justiça divina!?

Enganei-me no seu fim, que pensei num paraíso moral, fugido com os milhões de milhões roubados sem pudor à sombra das divindades do mundo.

Que a Líbia levante a cabeça e que as mulheres não sejam coagidas a entrapá-la.

+++++

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Sacerdote exemplar

Acabo de ver um senhor, aparentemente anglo-saxónico, vestido com a túnica budista amarelada.
Lá disse o que o tinha a levado à televisão, discreto sem ademanes nem voz efeminada.
Muito teria a igreja católica a aprender com pessoas assim, tivesse a sua hierarquia um mínimo de vergonha.
A fraude começa no primeiro responsável da seita, o chamado papa. Sim seita, que é o termo usado pelos ideólogos desta autoproclamada religião igualitária para depreciar a concorrência. Uma seita que papagueia o mal da soberba e tem um chefão instalado em dois palácios cercado de criadagem nem se dá conta da sua própria cegueira.

Santa hipocrisia…

Vencer a mediocridade no futebol

Figo faz o 12º ano nas Novas Oportunidades

(DN)

E fez muito bem, pois a escolaridade elementar não é cartão de vista seja para quem for.

O nosso futebol tem grandes nomes com boas qualificações académicas, com Artur Jorge e Fernando  Santos dentre os mais antigos e um lote mais recente com especialização em educação física e desporto que têm sido figuras mundiais.

Mas, infelizmente, não são a bitola mais frequente.

A esmagadora maioria dos jogadores, quando frente a um microfone, não passa das banalidades e o tom é de adolescentes gingões. Os tiques de boçalidade jactante são moeda corrente, apesar de excelente exemplos pouco seguidos.

Oiça-se um Simão Sabrosa ou o Rui Costa, agora figura cimeira do Benfica, ou leiam-se as suas entrevistas e aí se encontram ideias estruturadas e discurso fluente. Seria um bom exercício para muitos jogadores, uma maneira útil de passarem o tempo nos estágios, enquanto estão encafuados nos hotéis.

Luís Figo também é um bom comunicador e certamente melhorou as suas capacidades com esta formação, por supletiva que seja.

A devida chapelada pela sua vontade de aprender.

+++

terça-feira, 18 de outubro de 2011

A vaca ri

.
Será da pura brisa que respira,
Da erva tenra, ou do prado verdejante,
A vaca salta, pula e rodopia,
Se não ri estará, ao menos, delirante
Da manada, porém, surge o aviso,
Está presente, a ver, “ Queixos Erectus “
É preciso ter maneiras, juízo
Ser uma vaca educada é o repto.
Mas “ Queixos “ está em transe, fora de si
Vê claramente e anuncia
A vaca ri …. A vaca ri … A VACA RI





Autor: Fernando Granjo

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Outros bichos


Melburne, 20 Agosto 2011

À sugestão "Vamos ver os bichos?" (opossuns no Flagstaff Gardens) respondeu "Queremos é ver outros bichos".

E não é que se enfiou de seguida por uma igreja católica adentro!

!!!

domingo, 16 de outubro de 2011

Cavaco a nu

.

Cavaco é o Presidente mais partidário desde o 25 de Abril  http://aeiou.expresso.pt/carlos-cesar-cavaco-e-o-presidente-mais-partidario-desde-o-25-de-abril-video=f680973#ixzz1ayvP4rTw

Carlos César o diz e Formigarras aplaude.

Um homem que disfarça ser político, um homem que diz boçalidades como o riso das vacas, um homem que se quer mitificar como Cavaco o faz é uma fraca figura. Sem dimensão para ser PR.

Só é pena que esta análise do presidente do governo autónomo dos Açores seja inconsequente. O país atolado em problemas, nem vale a pena imaginar o PS a criar incidentes institucionais.

Pronto, foi um devaneio, até talvez um acerto de contas de alguma picardia cavaquista na sua recente visita àquelas ilhas.

Agora a sério: que faz o Presidente de todos os portugueses perante as mistificações financeiras de Sócrates e as omissões de Jardim!? Zero. Zero vírgula zero. Um zero!

.

sábado, 15 de outubro de 2011

O discípulo de Sócrates

José Sócrates saltitou de PEC em PEC até à jura de que não pediria ajuda externa.

Mentiroso impune, pediu-a e fugiu.

O agora PM faz com o OE 2011 o que o antecessor fez com os Programas de Estabilidade e Crescimento: o seguinte é que traz a salvação de Portugal.

E as mentiras de Passos começaram naquela escola em que mentiu à aluna que lhe perguntou se ia cortar nos subsídios de férias se fosse eleito. Viu-se, estás-se a ver...

Aldrabões sem vergonha!

-------

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Carcavelos 'à la minuta'

  

Ontem

A cigana tá maluca: duas peças por 5 euros! Estou na feira de Carcavelos, a das quintas feiras.
Jogos de toalhas a 10 euros. 12 meias por 5, bancada tudo a 1 e malas de viagem ao preço da uva mijona.
Pague com multibanco, diz um cartaz sobre a mercadoria, mostrando imagens da maquineta portátil e letras e cores do banco Millenium.
Dois militares com as respetivas famílias, de camuflado e sem boina, um alemão e outro italiano, cirandam distantes um do outro.
Malas e calçado para todos os gostos, mantas e casacos, camisas e brinquedos à mistura com o brado: Olhe a etiqueta, oh freguesa!
Polícias com fartura, cinco aqui e rondas dois a dois por ali, por acolá; pregões ao desbarato e óculos a 3.
Pregoeiros de pé sobre a tábua do estendal e tranquila vendedora sentada numa cadeira sobre a banca.
Besuntos faciais, tapa beiços e engordurantes corporais fazem companhia a chaves de fendas e pilhas AA, AAA e daquelas de 9 volts.
Tenho a cara podre, preciso de qualquer coisa! diz a adolescente cigana para a cigana sensata, de quem obtém um troco razoável: Enches-te dessa ‘porquera’ e aos 30 tens a cara cheia de rugas.
Sotaques vários, do dos ciganos à indiana que fala um português de telegrama. Vendedores com roupas comuns, duas ciganas de luto carregado e lenço preto que só mostra dos olhos ao queixo e provável muçulmana com idêntica cobertura, embora de cores claras.
Do besunto para as minhas botas é que nem sinal!
+++

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Público amadorismo das secretas

.
Secretas

Chefe do SIRP relaciona mudanças de ciclo político com turbulência nos serviços de informações http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=2052540


Tretas.

Amadorismo, só o amadorismo desconchavado explica que serviços de informações tenham tamanho histórico de patetices públicas.

Tão amadores que um dos chefes se dá ao luxo de passar informações classificadas a uma empresa. Empresa que agora lhe paga o ordenado. Quiçá para espiar a concorrência ou para corromper quem lhe adjudique trabalhos.

Quisesse Portugal serviços secretos, verdadeiramente estanques, e aquele fala-barato estaria atrás das grades por muitos e bons anos. Enleado numa teia forjada para caçar todos os passa-palavra, à sombra de leis retorcidas e juízes secretos, sob mil pretextos, tão gratuitos como a impunidade do amadorismo das nossas secretas.
-----

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Homem sério em casa séria


Tocaram-me no ombro e virei-me na expetativa de ser alguém conhecido.

Não. Era um funcionário do Continente do Colombo agitando uma nota de 5 €.

O senhor deixou isto na máquina de pagamento.

Pois deixara, só tinha recolhido as moedas e uma das duas notas do troco.

O Muito obrigado!!! com que aceitei o dinheiro foi curto para manifestar o meu apreço pelo gesto.

Fica aqui o reforço.

Grandes números


Melburne, 21 Agosto 2011

O visado tem 1,78 m descalço!

Grandes, enormes, muito longe do imaginável por um português a chegar a terras de grandes prédios.

Percebe-se a necessidade de leitura expedita, mesmo por quem circula por grandes avenidas em grandes carrões e a grande velocidade. E também se intui que bem pode ser competição, brincadeira ou simples capricho.

Que diz o caro leitor e a estimada leitora desta numeração monumental?





terça-feira, 11 de outubro de 2011

Três grandes mulheres

.

São três pessoas boas para o mundo, especialmente o de mulheres dominadas por mitómanos ou menorizadas por políticos convenientes às petrolíferas de que Obama é porta-voz.

Três mulheres para três exemplos de criminalidade tolerada:

Arábia Saudita, protetorado americano onde as mulheres são pouco mais peças decorativas;

Guiné-Bissau, onde a mutilação genital feminina impera;

Portugal, onde dezenas de mulheres são anualmente espancadas e assassinadas por maridos e namorados perante a cegueira de vários PR e PM, a inoperância do Pinto Monteiro e afins e a indiferença demencial de 180 legisladores.

Os seus algozes são machões ou exploradores de mão de obra gratuíta, mutiladores cruéis, chulos ou esclavagistas, tanto faz. Não passam de impunes criminosos que, a coberto de religião, força bruta ou do equilíbrio geoestratégico, dominam mulheres como se fossem aves de capoeira.

Formigarras tira o chapéu a estas três Prémio Nobel da Paz 2011 que labutam pela libertação de uma boa parte da população mundial.

São as liberianas Ellen Johnson-Sirleaf e Leymah Gbowee e a iemenita Tawakkul Karman. [http://pt.euronews.net/2011/10/07/nobel-da-paz-para-tres-mulheres/]

+++++

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

12 apóstolos e uma espelunca

12 apóstolos são 12 ilhotitas que restam do que o mar foi comendo à terra no Sul do australiano Estado de Victoria servido pela Great Ocean Road.

É paragem turística de catálogo, tem receita de observação do pôr-do-sol e fornece boas imagens.







A espelunca chama-se 13th Apostle



E apesar da sugestão de prévia espreitadela tinha duas caixas de veneno debaixo da cama. O contraponto deste excesso de zelo raticida foi a falta do lençol de cima. Lacuna superada por quem os tinha de sobra.

E o equipamento de chuveiro está dotado da última maravilha tecnológica.


Exatamente, uma chave inglesa para abrir e fechar a água quente. O manípulo estava numa prateleira, certamente por maleita imprópria de apostolado hoteleiro.

Acresce que o restaurante da espelunca vendia o vinho com um suplemento por copo que punha à disposição dos clientes. Sim, cada copo acrescia um dólar ao preço da garrafa!

Mas tinha a lareira acesa.


domingo, 9 de outubro de 2011

Altos e baixos de Adelaide


Altos, muito altos:





Baixotes:




E rasteiros:






 

sábado, 8 de outubro de 2011

Fogo entre mitos e factos

A loja cultural aborígene de Bamburks tem esta citação de um líder local:


As crenças inócuas, sem impacto na saúde, integridade e bem-estar de outrem são inquestionáveis. E muitas vezes é-lhes colado um rótulo de cultura para suscitar respeito, veneração e até endeusamento.

Mas há limites, sempre que os fetiches, mitos e comportamentos são danosos para o ambiente ou para o ser humano. Se assentam no desconhecimento, mesmo que milenar, tais fantasias terão de ser olhadas à luz do saber atual em vez de as colocar num altar ungido pela ignorância.

Sendo certo que a ciência já muita viola meteu no saco pelo aparecimento de novas evidências, também é prudente peneirar o joio da poeira cultural. Para não cairmos na tentação de destruir o respeito pela nossa subsidência a longo prazo.


sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Impunidade, lá como cá


Mulher que matou o marido e cozinhou partes do seu corpo, em 1991, viu ser-lhe recusado o pedido de liberdade condicional. O pedido foi negado após uma longa audição de cinco horas e meia que teve lugar no estabelecimento prisional de Chowchilla onde a mulher cumpre pena de prisão perpétua. http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=2037753

O quê, prisão perpétua cumprida em liberdade!?
Estes americanos são talequalzinhos uns certos portugueses que, com retórica balofa, se vergam ao facilitismo e à irresponsabilidade. Patrocinadores ignóbeis de impunidade, esta gente, mascarada de legislador, tolera a criminalidade. Resultado: por exemplo, este ano, até hoje, 17 mulheres já foram assassinadas pelos maridos (http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=2037280).

Já para não falar nos corruptos e nos políticos comprovadamente vigaristas, como José Socrates, que andam aí a cantar de galo.
Pelos vistos, também os EUA desprezam a justiça que, em vez de punir e intimidar, agracia cruéis criminosos.
-----

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

República fotográfica


Uma República de chapéu é o título do Expresso para a sua fotogaleria sobre as comemorações da implantação da República. Foi ontem na lisboeta Praça do Município e o produto completo está aqui http://aeiou.expresso.pt/uma-republica-de-chapeu-fotogaleria=f678417#ixzz1ZzWe5CLb

Virando a objetiva para um “cenário pintalgado de gente literalmente a fritar com o caloro fotógrafo Luiz Carvalho fez uma bela reportagem dos variados meios usados pelos comemorantes para suportarem o tórrido sol. Padre e madames empoadas, Zé Povinho e putativos assessores, todos registados com tapadura.

 A que aqui apresentamos é notável, pois não é todos os dias que a atenção e o dedo do artista e a velocidade do obturador conseguem apanhar um dedo em riste.

Os retratados não são figuras públicas, mas fazem boa figura, pois até a fita do chapéu tem as cores republicanas. Tão republicanas como algumas palavras de Cavaco.
O mesmo Cavaco que suscita um sorriso maior que o do senhor destapado: quando é que faz de PR em vez de se fingir economista!?

++++

Adelaide - Mercado marcante




Como a entrada sugere, é um espaço com gente de todos os cantos do mundo, incluindo um chinês que perguntou para onde íamos. E ao ouvir a resposta usou a técnica de vendas 35AN9XP:

Compre já, que quando lá chegar até vai arrancar os cabelos de arrependimento!



Todos os mercados se assemelham, mas mercado com um amigo destes é que não tem comparação. Um italiano nos antípodas, geográfico, comercial e psicoloógico!



Também lá há outras surpresas, como fruta com formato de empada e crença pouco assumida.