sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Banco de Portugal descapitalizado



O diretor e o diretor adjunto do Departamento de Supervisão Prudencial do Banco de Portugal demitiram-se. A informação foi confirmada à SIC pelo regulador.

Não faz grande diferença; afinal quem vai ao fundo dos baús à cata de informação são as empresas de auditoria! Isso foi evidente na falência do BES, em que a falência técnica do BdP veio escarrapachada nos jornais.

E foi confrangedor para o português digno ver o representante da KPMG, Sikander Sattar, ir ao EXPRESSO dizer que reuniões foram feitas e com quem no nosso banco central. Tivesse o supervisor capacidade técnica, com os seus operacionais no terreno, e não  teria este enxovalho.


E é para premiar os chefes e seus chefões, técnicos e amanuenses do BdP que tem uma quinta de lazer em Caneças. Com uma placa "Propriedade Privada".

Apesar desta imerecida e injusta mordomia, o que salta à vista é a descapitalização do regulador. Falta-lhe capital humano qualificado.


- - - -

Sem comentários: